Boukary1

No dia 2 abril  a Casa Esperança teve um dia triste,  na manhã daquele dia a Missionária Rejane ao receber as crianças notou que o pequeno Boukary  apesar de ter chegado como de costume com seu lindo sorriso, porém nesse dia estava com dificuldades de caminhar  percebendo que  havia algo errado, ao abraça-lo desejando lhe um bom dia sentiu algo estranho em suas costas, e ao levantar sua camisa descobriu que elas estavam cheias de graves feridas, e seu pescoço estava com marcas horríveis. Na mesma hora a Missionária foi envolvida por sentimentos de dor, tristeza, raiva e impotência, diante de uma grande injustiça. Boukary de apenas 8 anos, queria assistir televisão, mas a ordem de seu líder era de nem mesmo se assentar diante de uma TV, e ao ter sido flagrado assistindo televisão foi injustamente punido com muita crueldade sendo  espancado com um chicote.

Boukary2

Na Casa Esperança a Missionária Rejane cuidou das feridas para tentar amenizar sua dor, mas a dor na sua própria  alma ao ver aquela crueldade não pode ser aplacada, oremos pela Casa Esperança e pelo Pr. Mamadou e a Missionária Rejane para que Deus continue fortalecendo-os para levar esperança e conforto para aquelas crianças e jovens.