Nossa História

ASSEMBLÉIA DE DEUS EM SERGIPE – UMA IGREJA FRUTO DO ESFORÇO MISSIONÁRIO

O sargento Ormínio chegou a Sergipe no ano de 1927, oriundoda Assembléia de Deus no estado do Belém. Foi o primeiro pregador pentecostal e a primeira cidade a receber esta mensagem foi Aracaju. Ele iniciou um trabalho evangelístico e logo conseguiu várias almas para Deus, mas o sargento ainda não era obreiro, e com isso, não podia fazer batismos nas águas e ele fez contatos com a igreja de Maceió/AL, e de lá, enviaram o Pr. João Pedro da Silva que realizou vários batismos. Logo após o obreiro retorna para o estado de onde viera e por isso a obra em Sergipe não alcançou o êxito que era esperado. Em 1932 a convite dos fiéis locais o missionário Otto Nelson batizou seis novos membros e ainda organizou oficialmente a igreja Assembléia de Deus em Aracaju no dia 18 de fevereiro de 1932. Começou com  seis irmãos que haviam sido batizados e cinco irmãos que se desligaram da igreja batista, pois eles criam no batismo no Espírito Santo. Neste  mesmo dia foi celebrado a primeira Santa Ceia do Senhor. A Igreja achou melhor ficar sobre a jurisdição da igreja em Salvador, mas durou até o ano de 1949 e a  convenção nacional decretou a autonomia da Igreja em Sergipe.

 

A Assembléia de Deus em Aracaju realizou seus primeiros cultos na Avenida Maranhão, N° 343, onde também foi a sede. Em 1935 transferiu-se para a Rua Bahia N° 836, sob a direção do Pr. Jorge Monteiro da Silva.  A primeira pessoa a receber o batismo com o Espírito Santo em Aracaju foi Sancha Nascimento Santos

A segunda cidade a receber as mensagens pentecostais no estado de Sergipe foi à cidade de Propriá, sendo que logo supriu as expectativas e espalhou a mensagem pelos territórios vizinhos obtendo também grandes êxitos e a mensagem do evangelho foi sendo propagada pelo interior e litoral do estado.

 

 Até 1958 passaram os seguintes pastores na igreja em Aracaju: Antônio Beltrão, Jorge Monteiro da Silvava, José Francisco de Lima, Agenor Batista de Azevedo, Euclides Arlindo Silva, Aristóteles Bispo de Santana, Eugênio Rocha e novamente Euclides Arlindo Silva.

A partir de 1955 até 1979 foi construído mais nove templos na capital, sendo eles nos bairros, Santo Antônio, Bairro América, Lamarão, Santos Dumont, Jardim Centenário, Atalaia, Ponto Novo e no bairro 18 do forte. Neste mesmo período foram também construídos templos em muitos interiores, dentre eles estão o do campo de Maruim e Carmópolis, (Pr. Euclides Arlindo Silva), em Propriá (Pr. João Jaime Mota), Brejo Grande (Pr. Antônio Fernandes Neto), Ilha das Flores (Pr. José Agripino dos Santos), Neópolis (Pr. Jorge José dos Santos), Monte Alegre (Pr. Manoel Avelino de Lima), Nova Vida e Nossa Senhora das Dores (Pr. Antônio José dos Santos), Santa Rosa de Lima (Pr. José Calixto Franco), Malhador (Pr. Antônio Rodrigues Lima, Ribeirópolis (Pr. Manoel Oliveira dos Santos), Itabaiana (Pr. Álvaro Marques Correa), Carira, Campo do Brito, Mariquita e Lagarto (Pr. Aniator Nery dos Santos).

 O crescimento não parou, atualmente existe Assembléia de Deus em todos os municípios do estado, e também em vários povoados.


Pr. José Rodrigues Sobrinho

Na história da igreja Assembléia de Deus em Sergipe passaram muitos obreiros e até mesmo simples membros que fizeram de tudo para que a obra de Deus crescesse e o evangelho fosse anunciado por toda a parte, destas pessoas vale a pena ressaltar também o ex-presidente Pr. José Rodrigues Sobrinho (de saudosa memória), ele nasceu em 14 de Abril de 1918, no estado de Alagoas e foi casado com Dalvina Vital da Costa Rodrigues, converteu-se ao evangelho ainda jovem, aos 21 anos. Em oito de Julho de 1966 começava a dirigir o campo aqui em Aracaju.

 

O INÍCIO DO DO DESAFIO MISSIONÁRIO

Em 24 de fevereiro de 1974 o Pr. José Rodrigues Sobrinho envia os primeiros missionários para o Campo Missionário o Jovem casal Virgínio de Carvalho Neto e sua esposa Rosa Angélica, o casal passaram dois anos no campo e depois retornaram ao Brasil,  depois foram para Madagascar, juntando-se com o casal de missionários que já estavam em Missão, o Pr. Euclides Arlindo Silva, sua esposa e seu filhinho, Deus, através dos seus servos realizou grandes maravilhas.


Pr. Virgínio, Mis. Rosa Angélica e suas filhas Angela com sete anos,
Eliane com cinco anos e Beatrice com um ano.

Em 1989 foi convidado pela CONEADESE para retornar ao Brasil para assumir a Presidência da  Assembléia de Deus no Estado de Sergipe,  mas a chama missionária continuou a arder em seu coração enviando missionários para varias nações como Chile, Portugal, Bélgica, Estados Unidos, Indonésia entre outras .


Rev. Virginio de Carvalho Neto
Presidente das Assembléias de Deus no Estado de Sergipe.